Ginástica

As flexões realmente achatam seu estômago?


Ter as pernas elevadas permite que as abdominais isolem melhor seus abdominais.

Pixland / Pixland / Getty Images

As abdominais oferecem inúmeros benefícios à saúde, incluindo a tonificação e fortalecimento dos abdominais, o que ajuda a manter o alinhamento adequado da coluna e a reduzir o risco de dores nas costas. No entanto, eles não têm a capacidade de reduzir o tamanho do estômago ou causar impacto no excesso de gordura que você tem na barriga. Para achatar o estômago, é necessário criar um déficit calórico com exercícios regulares de queima de calorias e com uma alimentação saudável.

Olhando Crunches

Embora existam variações, a crise tradicional é realizada deitada de costas em uma esteira de exercícios com os joelhos dobrados e os pés elevados, sustentados por conta própria ou descansando em cima de um banco. Com os dedos entrelaçados e as mãos atrás da cabeça, levante a parte superior do tronco do chão flexionando a coluna. Sua parte inferior das costas deve permanecer no chão. Abaixe os ombros de volta ao tapete para completar o representante e repita. De acordo com o ExRx.net, as abdominais têm como alvo principal seu reto abdominal, que é o maior músculo do seu abdômen, e requerem assistência de seus oblíquos.

Mito da redução de manchas

Se executadas corretamente e com frequência e intensidade adequadas, as flexões desenvolvem efetivamente força e tônus ​​no reto abdominal. No entanto, o tecido muscular abdominal é completamente independente do seu tecido adiposo. A maior parte da gordura está localizada fora do nível do tecido muscular; portanto, se você criar uma definição abdominal com flexões, esses desenvolvimentos permanecerão invisíveis, pois seriam cobertos por gordura. De acordo com a professora de ciências físicas Jessica Matthews, a redução de manchas, que se refere à capacidade de perder gordura em uma área específica e selecionada, não é possível.

Achatando seu estômago

Para perder gordura corporal, em vez de um treino baseado em abdominais, incorpore exercícios regulares de cardio e treinamento de força em seu regime. Você perde gordura criando um déficit calórico, o que significa que você queima um número maior de calorias do que consome. Exercícios cardiovasculares, como corrida ou natação, queimam um número alto de calorias em uma curta duração. O treinamento de força cria músculos magros, que queimam calorias, mas também aumentam sua taxa metabólica, aumentando ainda mais o total de calorias queimadas. Seguir um plano de alimentação saudável, focado no consumo de frutas, vegetais, grãos integrais, proteínas magras e laticínios com pouca gordura, também é essencial para criar o déficit calórico necessário para a perda de gordura. Ao diminuir o percentual de gordura corporal, você verá melhorias em todo o corpo, inclusive no estômago.

Argumentando para flexões

Embora as abdominais não ajudem a achatar seu estômago, elas ainda são benéficas e dignas de encontrar o caminho para os treinos. Realize-os de dois a três dias por semana e você verá melhorias de força em seus abdominais e oblíquos, dois dos principais músculos do seu núcleo. De acordo com a Harvard Health, o fortalecimento de seu núcleo afeta positivamente sua capacidade de realizar fisicamente uma variedade de movimentos, como flexões, levantamentos, torções e em pé. Além disso, um núcleo mais forte permite manter uma postura adequada e protege contra problemas nas costas.